Sexta-feira, 19 de Agosto de 2005

Dia 57

Corpo pode ser aliado ou não na guerra da balança


 


Uma selecção de 15 itens preciosos sobre o funcionamento do organismo para ajudar a ter sucesso na perda de peso


Aqui estão listados 15 itens, informações valiosas sobre o organismo com a finalidade de ajudar a quem batalha pela perda de quilos e não consegue.


A habilidade para lidar bem com o stress reduz o risco de a pessoa desenvolver a abominada barriga. Isso porque o stress aumenta a produção da hormona cortisol, que leva a maior acumulo de gordura nessa região do abdómen.


Para se despedir deles, é preciso também dar adeus à prática obsoleta da dieta convencional, que em geral prevê restrições abusivas e até jejum.


"Só emagrece quem come direito. É preciso ter em mente que é necessário mudar os hábitos alimentares e que tal comportamento deve ser seguido para toda a vida".


Esse processo de reeducação alimentar não é fácil de ser absorvido de uma hora para a outra. E a pirâmide alimentar é o guia que serve como referência internacional para uma alimentação diária saudável e suficiente para as necessidades do organismo.


 


Alimentos sacietórios
As proteínas são consideradas sacietórias, pois o organismo demora mais para absorvê-las, fazendo com que o efeito sacietório dure mais. Já as gorduras e os carboidratos são absorvidos rapidamente, e a sensação de saciedade dura menos tempo. Outro detalhe: é preciso um determinado tempo (10 minutos, ao menos) para que a sensação de saciedade venha à tona.


Como driblar: coma devagar. "Ao comer rápido demais, as pessoas não dão tempo para que a comida permaneça no tubo gástrico o tempo suficiente para estimular os neurotransmissores que regulam a fome".


 


Actividade física
Quanto mais exercícios, maior a queima calórica. As pessoas costumam acreditar que, com a idade, o metabolismo fica mais lento. Não é verdade. o que ocorre é que, além das alterações hormonais (menopausa e andropausa), as pessoas tornam-se mais sedentárias.


Como driblar: fazer da actividade física um hábito para a vida toda.


 


Autoprotecção


As dietas restritivas são entendidas pelo organismo como uma ameaça ao seu funcionamento. Dessa forma, ele passa a agir como inimigo, activando uma série de mecanismos de protecção para que as pessoas gastem menos energia. Isso ocorre para garantir um razoável stock de gordura para tempos de escassez, o que faz algumas pessoas emagrecerem com mais lentidão.
Como driblar: várias refeições ao dia para manter o metabolismo estável.


 


Dieta masculina
O homem perde peso mais rapidamente que a mulher. Seguindo a mesma dieta, ela pode emagrecer 2kg em uma semana contra 4 perdidos por ele. Explicação: os homens têm mais massa muscular. "Quanto mais massa, maior a queima de energia".
Como driblar: invista nos exercícios.




Diet e light
Diminuir açúcar não significa consumir os mesmos produtos na versão diet, e sim fazer a troca por produtos mais saudáveis. Na verdade, produtos diet são específicos para quem segue alguma restrição dietética quanto a consumo de açúcar, sal, gorduras, lactose, aminoácidos ou proteína, e não necessariamente possuem menos calorias. O chocolate diet, por exemplo, pode não conter açúcar, mas ser tão calórico quanto um chocolate comum. Já os produtos light apresentam redução de 25% em um de seus componentes (geralmente gordura ou açúcar). Há redução calórica, mas é preciso saber em que ingrediente.
Como driblar: opte por alimentos naturais e controle-se diante dos produtos light e diet.


 


Estado de espírito
Ansiedade, stress, impaciência e baixa auto-estima costumam impedir o sucesso da dieta. Mas esses sentimentos são comuns em início e meio da dieta. É preciso saber também que comer por angústia não é pecado.


Como driblar: para imprimir uma imagem menos negativa da dieta, evite começá-la numa segunda-feira. Quase todo mundo desgosta desse dia da semana. Corte aos poucos as calorias para reorganizar sua educação alimentar - dietas restritivas ao extremo também costumam fracassar.


 


Stress
Stress também engorda. Não apenas aumenta a ansiedade e, em alguns casos, leva a pessoa a comer mais do que o necessário, como amplia a produção da hormona cortisol, o qual promove um aumento na retenção de líquido e de acumulo de gordura na região do abdómen. Além disso, o cortiso pode afectar o paladar da pessoa e provocar perda de sensibilidade. Fica-se, então, menos exigente e come-se até não poder mais sem diferenciar doce ou salgado, por exemplo.
Como driblar: procure o método de relaxamento mais eficaz para você, seja massagem, leitura, passeios ou música, por exemplo. Exercício físico também colabora para reduzir o stress, pois provoca a liberação de endorfinas, as quais servem de calmante e proporcionam bem-estar.


 


Genética
A transmissão de pai para filho de genes que aumentam a tendência à obesidade já tem comprovação científica. Filhos de pai e mãe acima do peso tem 80% mais chances de serem obesos. Quando apenas um dos pais é obeso, as chances reduzem-se pela metade.


Como driblar: faça uso da disciplina, e o quadro pode ser controlado. Mudanças de hábitos que envolvem reeducação alimentar, além da prescrição médica de drogas que interagem com a leptina e a prática de exercícios físicos, podem ser indicadas.


 


Jejum
É totalmente condenável. O correcto é comer a cada três horas. É mais fácil para o organismo absorver moderadamente refeições pequenas. Além disso, seu apetite será menor, e o organismo armazenará menos gordura.
Como driblar: coma várias vezes ao dia e, claro, de forma moderada.


 


Medicamentos
Alguns podem engordar. Na lista, corticóides, antidepressivos, antialérgicos e anticoncepcionais. "Além de aumentar a fome, alguns medicamentos também tem acção na queima calórica".
Como driblar: aconselhar-se com o médico que fez a prescrição.


 


Metabolismo
Um bombom pode engordar mais uma pessoa do que outra, e duas pessoas que praticam a mesma quantidade de exercício podem obter resultados diferentes. Isso porque cada organismo tem o seu processo metabólico, uma herança genética. Além disso, um desajuste no complexo mecanismo do metabolismo, como alterações hormonais, pode resultar em quilos a mais.
Como driblar: além da prática de exercício para aumentar a queima calórica, há medicamentos que agem na tiróide - glândula que desempenha importantes funções metabólicas - e que somente podem ser prescritos por médicos.


 


Na barriga
A obesidade pode ter como causa a carência de alimentação da grávida no primeiro e segundo trimestres de gestação. Isso porque a desnutrição da mãe é capaz de interferir no desenvolvimento do hipotálamo - área do cérebro responsável pelo controle da fome e da sensação de saciedade - que está em formação. É como se o bebé nascesse com um mecanismo para se proteger, durante a vida, contra a carência de alimento.
Como driblar: com bons hábitos alimentares.


 


Por trás da obesidade
Pergunte-se se a gordura está mesmo atrapalhando a sua vida. Não é difícil encontrar pessoas que usam a obesidade como desculpa para justificar um modo de vida. Nesse caso, a gordura funciona como uma camada protetora, que serve de justificativa para deixar de lado a vida sexual, a feminilidade ou a falta de iniciativa, por exemplo.


Como driblar: confira se os seus problemas tem como causa o excesso de peso para que isso não interfira no sucesso da dieta.


 


Saciedade
Uma falha no envio para o cérebro das informações relativas à saciedade explica alguns casos de obesidade. A pessoa demora para ficar satisfeita porque os estímulos caminhariam de forma mais lenta.


Como driblar: com medicação


 


Serotonina
Como a maioria das dietas restringe a ingestão de carboidratos, os quais estimulam a produção do neurotransmissor serotonina, é normal que o organismo passe por algumas baixas desse neurotransmissor, que regula, entre outras funções, a sensação de fome. Nesse caso, o organismo age "inconscientemente" contra a dieta. A falta desse neurotransmissor explica os casos de compulsão alimentar.
Como driblar: exercício físico, sexo e ingestão equilibrada de carboidratos ditos complexos, que são absorvidos mais lentamente, como massas e tubérculos.


 


Vitaminas & C.ª


 


Diário da dieta

publicado por anasofiatn às 11:04

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Elsa a 19 de Agosto de 2005 às 15:38
Oi linda,
concordo com a isaloura, muitas vezes sabemos o ke fazer, mas não colocamos em pratica... de qq forma é bom relembrar... Um optimo fds pra você
Jokinhas
Elsa
De isaloura a 19 de Agosto de 2005 às 14:05
Ola amiga...
que optimas dicas, é sempre bom relembrar aquilo que já sabemos, mas que as vezes não colocamos em pratica..um optimo final de semana..um beijo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 9 maneiras de fechar a bo...

. Obesidade Abdominal e a S...

. 25 alimentos que seguram ...

. Vejam este site: www.flo...

. 10 MANDAMENTOS DA ACTIVID...

. GORDURAS

. AS COMPRAS

. PÃO

. Várias DICAS...

. VEGETAIS

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Agosto 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds